ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Democracia e gestão pública realista e eficaz
03.11.2016   A Gazeta
Notícia - Imprensa
A sociedade tem acompanhado atentamente os graves fatos e desdobramentos de um período que sabemos ser histórico e cujo desfecho marcará o início de um novo ciclo em nosso país. Ele se inicia com a percepção de incontestes avanços conquistados no campo dos direitos sociais e das liberdades individuais. Hoje, constatamos que aquelas vitórias, comemoradas econômica e politicamente, deterioraram-se apressadamente a cada dia.

No centro da causa está a discussão do descontrole das contas públicas, que nos fez perder a capacidade de investimento em todas as áreas, mas, principalmente, nas que mais atingem a população mais pobre.

Em outra seara, com igual ou maior gravidade, pairam dúvidas e contestações sobre a solidez de um dos principais valores sociais e políticos conquistados pelos brasileiros nos últimos anos, a sua democracia.

Podem até parecer, mas estes não são fatos desconexos. O Brasil jamais terá uma democracia consistente sem uma máquina pública capaz e eficiente.

A discussão que envolve a Proposta de Emenda à Constituição, a PEC 241, não repousa na rasa tentativa de demonstrar matematicamente aos agentes públicos que, limitar gastos públicos, adequando receitas e custos, sinaliza coerência e responsabilidade. Em sentido muito mais amplo, sua aprovação representa que a sociedade reconhece a necessidade de mudanças, e que está disposta a se mobilizar em apoiá-lo sob ampla discussão.

Portanto, se para equacionar crises e desequilíbrios de natureza estruturais do estado é necessário passar pela provação da solidez das suas regras democráticas instauradas, entendo que estamos no caminho certo.

A indústria da construção apoiará com vigor todo esforço empreendido para enfrentar o que for preciso, e por mais desafiador que seja, o conjunto de medidas que a sociedade entenda necessário para a promoção das mudanças indispensáveis para a retomada do desenvolvimento econômico sustentável em nosso estado e no nosso país.

Estamos sintonizados e trabalhando com firmeza junto aos setores público e produtivo, dando a necessária contribuição ao debate e ao processo de renovação, devolvendo a palavra 'confiança' ao dia a dia em nossos canteiros de obras.Confiamos, esse desfecho marcará o início de um novo ciclo.

Adriano Alves é diretor do Sindicato da Indústria da Construção Civil (Sinduscon-ES)
Compartilhar:
Anexo:  A Gazeta [ download .jpg ]

 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h