ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Grupo de Acompanhamento do MCMV reúne representantes do Banco do Brasil e da Caixa e trata de concessão de crédito e contratações do SBPE e do FGTS
11.09.2018   
Notícia - Sinduscon
Representantes do Banco do Brasil (BB) informaram na última quinta-feira (06/09), durante a primeira parte da reunião do Grupo de Acompanhamento do Programa Minha Casa, Minha Vida (PMCMV), na sede da CBIC, em Brasília, que houve um incremento de R$ 208 milhões de contratação de crédito, desde o último encontro (06/08). A reunião integra o projeto da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC) de Continuidade e Melhoria dos Programas Habitacionais, em correalização com o Senai Nacional.
Ainda sobre o tema concessão de crédito, o BB destacou que vem mantendo sua carteira no crédito imobiliário à Pessoa Física (PF), embora tenha reduzido a carteira do Pessoa Jurídica (PJ), que espera retomar, com melhora do cenário econômico e político do País, em 2019. Foi demonstrado otimismo com a perspectiva de que os candidatos à Presidência apoiem a indústria da construção, que gera empregos e movimenta a economia.
De acordo com o BB, foram quase R$ 830 milhões em 2018, englobando todas as modalidades de PJ, além de R$ 503 milhões com contratos já aprovados, em fase de registro e R$ 650 milhões em análise. Para o Banco do Brasil, a Resolução do 4676/2018 do Banco Central do Brasil (Bacen) vai fazer com que bancos privados ofertem mais crédito, de maneira mais agressiva. O próprio banco está estudando a criação de produtos com indexador diferente da Taxa Referencial (TR).
Foi apresentado um mapa com situações de criticidade dos contratos, apontando como principais problemas: VMDs pendentes (52%); informações de comercialização desatualizadas; inadimplência (35%). A maioria por falta de venda; seguros vencidos, e pendências para liberação de recursos (documentação, IC abaixo do exigido).
Também foi apresentado um mapa com obras paralisadas, por localidade. De acordo com os executivos, são 68 empreendimentos e o banco tem procurado resolver a questão quando a obra começa a dar sinais de problema, para não deixar chegar ao ponto de paralisar a obra. Ficou acertado que será agendada reunião específica do Grupo de Trabalho para discutir o assunto e encontrar soluções para a retomada das obras paralisadas
Na parte da tarde, a reunião foi com os representantes da Caixa Econômica Federal, que apresentaram o quadro de contratações em 2018 e orçamento do Sistema Brasileiro de Poupança e Empréstimo (SBPE) e Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS).
Compartilhar:


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h