ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão COVID-19
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Construção civil apoia reforma administrativa em 2020
30.01.2020   Agência CBIC
Notícia - Imprensa
O momento econômico do Brasil, as reformas prioritárias em 2020 – administrativa e tributária – e a criação de um novo pacto federativo foram destaques dos debates realizados pelo Centro de Liderança Pública (CLP) nesta quinta-feira (30), em São Paulo, por ocasião do evento ‘Agenda Econômica e as Reformas 2020’. O encontro contou com as presenças do ministro da Economia, Paulo Guedes, e do presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia.

A Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), parceira da CLP no movimento ‘Rede Apoie a Reforma’, participou do encontro representada pelo presidente José Carlos Martins, no painel que tratou da transformação do Estado por meio das pessoas.

Ao abordar os desafios do País e o quadro atual, o cientista político e fundador do CLP, Luiz Felipe D’Avila, destacou que a reforma administrativa é fundamental para melhorar a qualidade do serviço público, para que se tenha “um Estado que preste serviço de padrão adequado à população, que paga 40% da carga tributária”.

O ministro Paulo Guedes informou que o governo federal deve encaminhar em até duas semanas o projeto de reforma administrativa ao Congresso Nacional, porém com “restrições políticas”, uma vez que o governo não pode atingir os direitos do funcionalismo. “O presidente Jair Bolsonaro vai mandar a reforma Administrativa atendendo pedido do presidente Rodrigo Maia”, disse.

Sobre a reforma prioritária para este ano, o presidente da Câmara dos Deputados, Rodrigo Maia, destacou que a Administrativa é sua prioridade, mas que não existe solução sem olhar para todo o sistema. “É preciso olhar todo o sistema, que inclui Previdência, Tributária e Administrativa. As mudanças dependem de cada um dos poderes”.

“A Tributária vota antes da Administrativa. Ela já estava sendo votada no governo do presidente Michel Temer. O fato é que a Administrativa ainda não chegou. Quando ela chegar vamos dar celeridade”, completou Maia, afirmando que o Congresso tem condição de aprovar os dois temas ainda neste ano.
Compartilhar:


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h