ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão COVID-19
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Copom aumenta Selic pela segunda vez consecutiva
05.05.2021   Agência CBIC
Notícia - Imprensa

O Comitê de Política Monetária (Copom) do Banco Central aumentou, pela segunda vez consecutiva, a Selic em 0,75 ponto. A taxa, que era 2,75% a.a, passou a ser 3,50% a.a, o que corresponde ao maior patamar desde março do ano passado.

Em março de 2021, o Copom aumentou a Selic pela primeira vez em quase seis anos e a estimativa é de que a taxa encerre o ano em 5,50%.

"O novo aumento da Selic ocorre em meio ao crescimento das expectativas para a inflação, que tem se mostrado mais persistente do que o esperado, e a perda de dinamismo da economia", destaca a economista do Banco de Dados da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), Ieda Vasconcelos.

Na avaliação da economista, diante de um cenário com sérias preocupações, tanto no campo da saúde pública, quanto no campo econômico, setores estratégicos, como o da construção civil, precisam ser cada vez mais acionados para contribuir com o incremento de atividades no País e com a maior geração de emprego e renda.

"Infelizmente, o setor vem registrando redução de atividades e forte elevação de custos. Neste contexto, os aumentos da Selic, previstos para este ano, podem ser mais um elemento de preocupação", destaca Vasconcelos, ao reforçar a necessidade de acompanhar como eles refletirão nas taxas de juros dos financiamentos imobiliários.

"Em 2020, o baixo patamar de juros contribuiu para o incremento do volume deste tipo de crédito. Quanto menor a taxa, menor será a prestação a ser paga e maior será a abrangência de famílias atendidas", diz.

Veja íntegra da análise sobre o tema no Informativo Econômico do Banco de Dados da CBIC.
Compartilhar:


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h