ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Sinduscon-ES Informa
Nº 259 - 05.10.2017 
CUB varia 0,62% em setembro
 

O Custo Unitário Básico (CUB) da construção civil no Estado do Espírito Santo teve uma variação de 0,62% no mês de setembro. O metro quadrado do CUB médio passou ...
[leia mais]


Agenda Diretoria - Minha Casa Minha Vida
 

O diretor João Roncetti esteve nesta quarta­-feira (04/10), na sede da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), em Brasília, para reunião com representantes do Banco do Brasil e da Caixa Econômica Federal para acompanhamento do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV).

Realizadas periodicamente pela CBIC para avaliar a execução do MCMV e seus aspectos operacionais, a reunião da manhã contou com a presença do gerente executivo Imobiliário do Banco do Brasil, Rudimar Angelo Locatelli, acompanhado por Fabiano Viana, Marcos Tadeu, Rodrigo Cota, Sencler Fiorentin, Fernando Gomes e Alexandre Felizardo. Já a reunião da Caixa contou com a participação do diretor de Habitação da instituição, Paulo Antunes, e do superintendente Nacional, Guilherme Antonio Cunha.
 
As reuniões foram conduzidas pelo líder do projeto sobre o tema e vice-­presidente da CBIC, Carlos Henrique Passos. Realizadas pela CII/CBIC, as reuniões contam com a correalização do Senai Nacional.


Pesquisas mostram dados sobre uso de estruturas de aço
 

O Centro Brasileiro da Construção em Aço (CBCA) – entidade gerida pelo Instituto Aço Brasil – em parceria com a Associação Brasileira da Construção Metálica (ABCEM) finalizou as novas edições das pesquisas anuais feitas com fabricantes de estruturas de aço, de telhas de aço & steel deck e de perfis galvanizados para drywall e light steel frame.

A ArcelorMittal Brasil Aços Planos produz aços laminados a quente e galvanizados para atender à demanda destes subsegmentos da construção civil, fornecendo produtos para vários clientes em vários estados do Brasil.
 
As pesquisas se aperfeiçoaram e os resultados obtidos em 2017 servirão para subsidiar as entidades no direcionamento de suas ações, com contribuição direta no desenvolvimento e fortalecimento do setor da construção industrializada em aço.
 
A produção brasileira de estruturas metálicas de aço foi de 694,39 mil toneladas em 2016, de acordo com o levantamento. O volume representa queda de 43,7% ante o produzido em 2015 e corresponde a 43% da capacidade instalada de 1,62 milhão de toneladas.

A produção de telhas de aço foi de 439,2 mil toneladas, com alta de 17%.  Já o volume de "steel deck" teve queda de 35%, para 12,8 mil toneladas. A soma da produção dos dois segmentos - 452 mil toneladas - correspondeu à metade da capacidade instalada.  A produção de perfis para LSF chegou a 12,7 mil toneladas em 2016 e a produção de perfis para drywall foi de 43,7 mil toneladas no ano passado, o equivalente a 31% da capacidade instalada de 140 mil toneladas.
 
As pesquisas podem ser acessadas pelos seguintes links:


Uso do FGTS para quitação de dívidas do FIES inviabiliza investimento em habitação popular, saneamento e mobilidade urbana
 

O setor da construção e o mercado imobiliário recebem com muita preocupação o desvio de recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) para quitar dívidas do Fundo de Financiamento Estudantil (FIES), em estudo pelo governo federal. Se tal iniciativa for adotada, o Brasil continuará com seus escandalosos índices de déficit habitacional e falta de saneamento, pois comprometerá a aplicação de recursos em habitação, saneamento, infraestrutura urbana, operações urbanas consorciadas e mobilidade urbana, que levam melhorias à qualidade de vida da população em todo o País.
 
Indiscutíveis os resultados concretos obtidos com a aplicação do Fundo de Garantia ao longo dos seus mais de 50 anos para a sociedade brasileira, tanto no que se refere à entrega de obras de mobilidade urbana, quanto em redes de abastecimento de água e de saneamento, estação de tratamento de esgoto, recuperação ambiental e as inúmeras habitações produzidas. Além de ser um grande indutor de geração de emprego formal e renda, representando uma parcela importante do investimento nacional, que contribui para o crescimento sustentável da economia, também retorna para o governo na forma de impostos. Estudos demonstram que o que se arrecada representa praticamente os recursos que o governo disponibiliza para esses programas, na forma de subvenção econômica.
 
Em números
Apenas nos últimos 10 anos (2006 a 2015), o FGTS foi o responsável por 52% das unidades habitacionais financiadas no Brasil, equivalente a quase 4 milhões de unidades, de um total de aproximadamente 7 milhões incluindo o SBPE.
 
Abrir a possibilidade de saque do Fundo para o pagamento de dívidas do FIES é ir de encontro à indiscutível importância da manutenção da destinação dos recursos do FGTS para os quais ele foi concebido, que é o financiamento de longo prazo à habitação, saneamento e infraestrutura. Não negamos a importância da Educação, mas o segmento já possui forma própria de financiamento, estímulos fiscais e outras fontes de recursos.
 
Além do mais, o Fundo de Garantia já perde muitos recursos com saque de contas inativas e outras iniciativas e não aguentaria mais esse desvio.


Seminário Desempenho de Revestimento de Fachadas pela Norma NBR 15.575
 

No próximo dia 18 de outubro acontece o II Seminário Desempenho de Revestimento de Fachadas pela Norma NBR 15.575, ocasião em que serão apresentados cases, formas de prevenção, recuperação e suas repercussões sobre os processos construtivos e obras de construção civil.
 
O evento, promovido pelo Sinprocim-ES, conta com a parceria do Sinduscon-ES. Isso garante às empresas associadas ao Sinduscon-ES inscrição gratuita para até 4 pessoas/empresa. O seminário será realizado das 13 às 18 horas, no auditório do Sinduscon-ES. Inscrições ...
[leia mais]


Outubro Rosa - nós apoiamos!
 

O Sinduscon-ES demonstra seu apoio ao movimento Outubro Rosa, que é realizado mundialmente para alertar e conscientizar sobre a importância da prevenção do câncer de mama por meio do diagnóstico precoce. O rosa simboliza um alerta às mulheres para que façam o autoexame regulamente.

Nossa equipe vestiu-se de rosa em prol dessa causa.


Inscrições abertas para o programa Tô Evoluindo
 

“O que você faria se sua mente fosse livre para crescer e te levar a resultados extraordinários?"

Venha participar do programa que irá mudar a sua forma de encarar seus desafios e irá ajudá-lo a concretizar seus projetos e sonhos.

Tô Evoluindo é um programa completo de coaching, mentoring e resultados que irá te proporcionar uma experiência inspiradora e transformadora. O programa trabalha todas as áreas da sua vida com técnicas e ferramentas exclusivas de forma prática e vivencial que trará resultados efetivos nas suas bases profissional, pessoal e familiar!

Aproveite essa oportunidade!
Faça sua inscrição e venha evoluir você também!
Saiba mais no site: www.toevoluindo.com.br


Parabéns às empresas aniversariantes de outubro
 

O Sinduscon-ES parabeniza as empresas que fazem aniversário neste mês de outubro, conforme a data de fundação informada na ficha de associação. Desejamos sucesso e vida longa!
Este mês é especial também para o Sinduscon-ES, que com a força do associativismo chega aos 83 anos de fundação.

Destefani Construtora e Incorporadora
Domo Participações e Empreendimentos
FB Engenharia
Julio Miranda Ramires Silva Engenharia
Pinturas Ypiranga
Solar Empreendimentos


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h