ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Pesquisa revela que o País precisa investir R$ 760 bilhões nos próximos 10 anos para superar déficit habitacional
14.10.2014   
Notícia - Sinduscon

Estudo divulgado pela Fundação Getúlio Vargas (FGV) revela que o Brasil precisará investir R$ 760,6 bilhões - ou R$ 76,60 bilhões ao ano - para a construção de habitações de interesse social, considerando uma atualização do valor médio das moradias para R$ 68.134,62.

Encomendado pela CBIC, juntamente com o Sinduscon-SP, Abrainc, Apeop-SP e o Secovi-SP, o levantamento, com base em dados do Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (IPEA), mostra que houve redução de 8% do déficit habitacional entre 2009 e 2013, passando de 5,7 milhões para 5,2 milhões de moradias. E diante do déficit de cinco milhões estimado para 2014, de acordo com o estudo, o país terá o desafio de proporcionar habitações adequadas para mais de 20 milhões de famílias até 2024, mesmo ano em que estima-se que o Brasil tenha 16,8 milhões de novas famílias, sendo 10 milhões com renda familiar entre um e três salários mínimos.

Para chegar a esse número, o estudo considerou os dados de 2013 da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílio (Pnad), que apontou a existência de 68,4 milhões de famílias no país. Se o Programa Minha Casa, Minha Vida (MCMV) atender pelo menos 51% dessas famílias, haverá a necessidade de construção de 11,2 milhões de moradias, o equivalente a 1,1 milhão por ano. Por isso, a coordenadora do estudo, Ana Maria Castelo, defende que o programa se torne permanente, independente de quem esteja à frente do Governo Federal nos próximos anos. Com informações do Portal Piniweb.

Compartilhar:


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h