ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Investimentos sinalizam retomada
21.02.2018   DCI Online
Notícia - Imprensa
O Indicador Ipea Mensal de Formação Bruta de Capital Fixo (FBCF), divulgado ontem (20), mostrou que os investimentos terminaram o quarto trimestre de 2017 com crescimento de 1,7%. No entanto, no acumulado do ano passado registrou queda de 2%.

Resultados apontam ainda expansão de 4,2% em dezembro em relação a novembro de 2017. E na comparação com o mesmo mês do ano anterior, a FBCF subiu 2,4%.

Esse indicador revela a capacidade de crescimento da produção do País e também se os empresários estão confiantes no futuro. Desta forma, para o diretor de macroeconomia do Ipea, José Ronaldo de Castro Souza Júnior, no caso do acumulado de 2017, o desfecho negativo se mostrou dentro das previsões.

"Apesar da queda acumulada ao longo do ano, o avanço sazonal mostra um movimento claro de retomada de investimentos, ratificado pelo resultado positivo apresentado no último mês de dezembro."

O crescimento da FBCF entre os últimos dois meses de 2017 também refletiu o bom desempenho de todos os seus componentes. Após duas quedas consecutivas, o consumo aparente de máquinas e equipamentos (Came) apresentou alta de 4,2% em dezembro.

Entre os componentes do Came, enquanto a produção doméstica de bens de capital líquida de exportações avançou 4,5%, o volume de importações registrou alta de 5,6%.

Por sua vez, o indicador de construção civil teve o terceiro aumento consecutivo, registrando alta de 2% frente ao mês de novembro. Na comparação com o mesmo período do ano anterior, o Came registrou uma alta de 9,9% em dezembro, enquanto a construção civil variou +0,5%.

Conjuntura
Sobre as previsões para 2018, José Ronaldo de Castro afirma que apesar do otimismo dos empresários, o crescimento dos investimentos poderia ser maior caso o cenário nacional fosse mais estável em termos de política econômica.

"O risco das eleições, que serão decisivas para os investidores, reduz e contém o avanço de investimentos", entende.
Compartilhar:


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h