ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Novas regras para desistência da compra de imóveis na planta
13.11.2018   
Notícia - Sinduscon
O Presidente do CONJUR, Dr. José Carlos Gama, destacou na reunião em Curitiba a aprovação pela Comissão de Assuntos Econômicos (CAE) do Senado, do parecer do senador Armando Monteiro (PTB/PE) pela aprovação do PLC 68/18 (distratos imobiliários) e de algumas emendas. O Projeto de Lei define as regras para desistência da compra de imóveis na planta.
A proposição (Projeto de Lei da Câmara 68/2018) tinha sido rejeitada pelo colegiado em junho e voltado para o Plenário, onde recebeu novas emendas. O PLC estabelece direitos e deveres dos envolvidos em casos de rescisão de contratos de aquisição de imóveis em regime de incorporação imobiliária ou em loteamento. A matéria segue para o plenário do Senado.
Outro assunto abordado foi sobre a Cartilha Patrimônio de Afetação - CONJUR/CBIC, apresentada pelo Dr. Bernardo Chezzi, do Sinduscon Bahia, destacando que o material tem como objetivo orientar os empresários sobre as regras e procedimentos que devem ser observados quando adotado o instituto. A cartilha será referência na elaboração de material semelhante pela CBIC.
Também convidados para a reunião, Dr. Paulo Coimbra e Dr. João Paulo, do Sinduscon-RS, explanaram sobre o dano em compensatória social, apresentando o caso do município de Betim, em que a medida compensatória é estabelecida com base no valor de venda do imóvel ou o seu custo, caso não haja venda. O Dr. Paulo Coimbra alertou sobre a tendência dos municípios de instituir medidas compensatórias de forma arbitrária, exigindo indenização sem a ocorrência efetiva do dano.
Entre outros assuntos, também foi abordado pelo Dr. Felipe Boaventura, coordenador do GT Trabalhista, o cenário após 1 ano de vigência da Reforma Trabalhista, bem como a proposta de criação do Conselho Administrativo de Recursos Trabalhistas, que deverá ser apresentada ao novo governo, a fim de garantir que o processo de julgamento de autos de infração, em âmbito administrativo, atenda aos ditames constitucionais.
Compartilhar:


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h