ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Sinduscon-ES Informa
Nº 124 - 15.03.2016 
Eleição nesta sexta-feira, dia 18. Vote via internet ou mesmo pelo smartphone. A senha já foi enviada para cada associado
 

Na próxima sexta-feira, dia 18 de março, acontece a eleição sindical para o triênio 2016/2019.  Na ocasião, os associados efetivos vão eleger a nova diretoria do Sinduscon-ES, o Conselho Fiscal e os representantes junto à Findes. A eleição se dá via internet, podendo votar inclusive do celular, ou na sede do Sindicato, das 9 às 18 horas. 

Para que a empresa possa votar, foi encaminhada via correio uma correspondência contendo a senha de acesso à votação online. Ainda esta semana, a senha será enviada também por email para as empresas associadas. Participe. Vote e fortaleça sua entidade.

Procedimentos para o voto online:
Acesse a página www.sinduscon-es.com.br, clique no banner Eleições 2016 VOTAR e faça o login digitando o CNPJ da sua empresa, o seu RG, o órgão emissor e a senha que consta na carta enviada. Após logado aparece a composição completa da chapa inscrita.
Há duas opções: Chapa 1 e Branco. Feita a escolha, basta confirmar.
Cada empresa tem direito a votar uma única vez.

POSSE

A posse da diretoria eleita acontece no dia 29 de março, no Centro de Convenções de Vitória, às 9 horas. Como é chapa única, os convites para a posse já estão sendo enviados. Programe-se para estar presente.


Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC avalia estudo para criação de metodologia de indicadores nacionais para o mercado imobiliário
 

Representantes das entidades associadas envolvidas no projeto Índices para o Mercado Imobiliário, da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC, estiveram reunidos nesta segunda-feira (14/03), na sede da CBIC, em Brasília, para avaliar o diagnóstico realizado pela empresa de consultoria Brain sobre as pesquisas de indicadores do mercado imobiliário das entidades associadas e a análise de proposta da consultora. Os presentes, juntamente com a Brain formaram um Grupo de Trabalho (GT), cujo objetivo é desenvolver uma metodologia de indicadores nacionais para o mercado imobiliário.
Coordenado pelo economista Celso Petrucci, do Secovi-SP, ficou definido pelo GT que a empresa finalizará o trabalho até o próximo mês de abril, apresentando as sugestões do que pode ser implantando nesse primeiro momento, com um cronograma das ações previstas para o projeto. Ficou definido também que a empresa vai elaborar um glossário para homogeneizar os vários termos dos indicadores utilizados por cada localidade pesquisada. A curto prazo, a Pesquisa Nacional da CBIC terá como universo o residencial vertical, incluindo programas do Minha Casa Minha Vida (MCMV) faixas 2 e 3. A tipologia englobará os apartamentos de 1, 2, 3, 4 ou mais dormitórios, sendo que no de um dormitório estará definido se é flat ou estúdio. Não será considerada, nesse momento, as unidades hoteleiras. A periodicidade será trimestral e abrangerá, inicialmente, todas as localidades que já realizam pesquisa. O próximo passo será incluir outras tipologias e também as outras localidades do País que tiverem interesse em participar da pesquisa. O GT não se extinguirá com o fim desse projeto, uma vez que, aceita a metodologia, será necessária a sua implementação e aperfeiçoamento, o que demandará ainda mais conhecimento e trabalho sobre o assunto.


Presidente da CBIC mediará painel do I Seminário Jurídico da entidade - Construindo o Direito
 

O presidente da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), José Carlos Martins, mediará o painel “Desconsideração da Personalidade Jurídica no âmbito do Direito do Trabalho” do I Seminário Jurídico da CBIC – Construindo o Direito. O tema do painel será apresentado pelo ministro do Tribunal Superior do Trabalho (TST), Guilherme Augusto Caputo Bastos, e terá como debatedor o desembargador João Leite de Arruda Alencar, do Tribunal Regional do Trabalho (TRT) da 19ª Região. O evento será realizado a partir das 8h30, no Hotel Jatiúca, em Maceió/AL. A abertura do seminário será feita pelo governador do Estado de Alagoas, Renan Filho. Para os participantes do evento, o Conjur preparou um texto que visa facilitar a compreensão da importância do tema Os efeitos da Desconsideração da personalidade jurídica à luz dos entendimentos consolidados nos Tribunais Superiores.


BNDES melhora taxa e níveis de participação em financiamento de infraestrutura
 

O Banco Nacional do Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES) apresentou este mês ajustes em suas taxas e níveis de participação para projetos voltados a infraestrutura, incluindo aqueles da segunda fase do Programa de Investimentos em Logística (PIL 2). O banco aumentou sua participação máxima nos financiamentos e ampliou a parcela da Taxa de Juros de Longo Prazo (TJLP) - hoje em 7,5% ao ano - das linhas que contam com o custo misto (TJLP/custo de mercado). As decisões representam uma redução efetiva no custo para o tomador do financiamento de até dois pontos percentuais, e vão na direção do estímulo ao investimento. Também foram mantidos os instrumentos de estímulo à emissão de debêntures como forma de complementar as fontes de recursos de um projeto e estimular o mercado de capitais. Quando houver emissão de debêntures como parte da estrutura de suporte financeiro de um projeto, a parcela em TJLP à qual o tomador terá acesso será maior. Tais regras já valem para projetos de concessão do PIL 2. Houve interferência nas condições dos financiamentos a rodovias, portos e aeroportos, já que os financiamentos do banco a projetos de concessão a rodovias (no primeiro ciclo de investimentos) e de portos, por exemplo, contarão com a participação de até 49% em TJLP na composição total do crédito (que inclui também parcela em condições de trabalho). Tal condição de financiamento poderá ser melhorada, ainda, por meio da emissão de debêntures de infraestrutura. Se adotados pelo menos 10% de debêntures, a participação de TJLP no financiamento total para esses modais crescerá na mesma proporção, para até 59%. (Com informações do Portal Piniweb)


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h