ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Sinduscon-ES Informa
Nº 33 - 26.01.2015 
Capixabas no Canal do Panamá
 

Um grupo de 26 empresários capixabas e o secretário de Estado de Desenvolvimento, José Eduardo Azevedo, está no Panamá participando de uma missão empresarial com foco nas obras de ampliação do canal. Essa é a primeira missão técnica internacional a ser promovida pelo Sinduscon-ES. O grupo retorna no próximo dia 3 de fevereiro.

A programação da visita foi elaborada de forma que todos tenham oportunidade de interagir com empresários locais, líderes de projetos e agentes públicos, buscando integrar uma agenda técnica, social e política com outros mercados e modelos de negócios.

Já foi realizada uma reunião com Juan Manuel, CEO do Grupo Verde-Azul, maior grupo de construção civil do Panamá. O grupo conheceu também o Casco Antíguo, bairro revitalizado, e participou de um encontro promovido pela Embaixada do Brasil com lideranças da Câmara de Comércio Panamá-Brasil, com o objetivo de fomentar negócios e parcerias comerciais entre o Estado do Espírito Santo e Panamá.

“Nosso objetivo é periodicamente oportunizar visitações em obras de grande porte com expressão internacional, visando propiciar ao empresário associado o fomento direto de negócios, conhecer modernos equipamentos e técnicas construtivas aplicadas, bem como conhecer os reflexos econômicos, sociais e políticos que afetam as regiões e operadores destes grandes projetos”, comenta o diretor do Sinduscon-ES, Adriano Alves, coordenador da missão técnica.

Inaugurado em 1914, o canal foi criado para conectar o oceano Atlântico ao Pacífico com o objetivo de facilitar o comércio marítimo internacional. Agora, o canal está sendo ampliado, com a construção do terceiro jogo de eclusas para receber embarcações de grande calado – os chamados supernavios.


Setor questiona DNIT e FGV sobre metodologia de cálculo do índice de reajuste de obras rodoviárias
 

A CBIC, por meio da sua Comissão de Obras Públicas (COP/CBIC), e a Aneor estão atuando junto ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e à Fundação Getúlio Vargas (FGV) no que se refere à metodologia de cálculo do Índice de Reajustamento de Obras Rodoviárias - Materiais Betuminosos. A demanda está relacionada aos aumentos promovidos pela Petrobras às distribuidoras, em novembro e dezembro de 2014, no preço do asfalto. Somados, esses aumentos representam uma elevação média de 37% nos preços dos dois principais tipos do insumo utilizados em obras de pavimentação: o cimento asfáltico de petróleo (CAP) e o asfalto diluído de petróleo (ADP). Ação semelhante está sendo realizada junto à Caixa no que se refere ao Sinapi.


Contribuição Sindical Empresarial vence na próxima sexta-feira
 

Já foi encaminhada através dos Correios a Guia de Recolhimento da Contribuição Sindical Empresarial 2015, com vencimento em 30 de janeiro. Conforme artigos 578 a 591 da CLT, a contribuição é anual e devida por todas as empresas ou empregadores vinculados ao setor da construção civil. O valor da contribuição é calculado com base no capital social da empresa, conforme Tabela Para Cálculo da Contribuição Sindical elaborada pela Confederação Nacional da Indústria (CNI).
O valor pago é rateado entre as quatro entidades: Ministério do Trabalho, Emprego – MTE, Confederação Nacional da Indústria – CNI, Findes e Sinduscon-ES.
Salientamos que a comprovação do pagamento da Contribuição Sindical Empresarial é exigida pela fiscalização do Ministério do Trabalho e Emprego, conforme dispõe o artigo 598 da CLT, e também é exigida por órgãos públicos para habilitação em licitações, nos termos do artigo 607 da CLT.
A guia também pode ser obtida na internet, http://www.sinduscon-es.com.br/v2/cgi-bin/conteudo.asp?menu2=13


Nova Norma de Concreto de Cimento Portland entra em vigor no próximo mês de fevereiro
 

Foi publicada no último dia 15 de janeiro a NBR 12655 - Concreto de Cimento Portland - Preparo, Controle, Recebimento e Aceitação - Procedimento, revisada no ano passado pelo Comitê Brasileiro de Cimento, Concreto e Agregados (CB-18), da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT). A norma, que entra em vigor em 15 de fevereiro, determina os requisitos básicos para as propriedades do concreto fresco e endurecido, suas verificações e composição, preparo, controle e recebimento do material.
O novo texto é aplicável a concreto de cimento Portland para estruturas moldadas na obra, estruturas pré-moldadas e componentes estruturais pré-fabricados para edificações e estruturas de engenharia, e não deve ser aplicado ao concreto projetado, pavimentos ou concreto-massa para barragens. Além disso, a nova NBR 12655 substitui a atual NBR 12654 - Controle Tecnológico de Materiais Componentes do Concreto - Procedimento.
A normativa também apresenta aos profissionais por projetos estruturais, execução da obra, recebimento, preparo e aceitação definitiva e provisória do concreto as formas ideais de manuseio, armazenagem, conservação e empilhamentos dos materiais, além de relacionar os principais termos utilizados para descrever as etapas dos projetos que envolvem o cimento Portland. Para ter acesso à NBR 12655, clique aqui.


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h