ATENDIMENTO
(27) 3434-2050
8h30 às 12h e 13h30 às 18h
ÁREA RESTRITA AOS ASSOCIADOS
CNPJ:     Senha: 
Esqueci a senha     
Fale Conosco    
início
O Sinduscon-ES Serviços Informações Comissões CUB Eventos e Treinamentos Cartão do Associado
Informações
• Calendário de Feriados
• Campanha de Doação de Sangue
• Censo Imobiliário
• Convenções Coletivas
• Documentos Relações Trabalhistas
• Dados Setoriais
• Download
• Indicadores Financeiros
• Licitações Encerradas
• Links Úteis
• Notícias da Imprensa
• Notícias do Sinduscon-ES
• Salários
• Sinduscon-ES Informa
• Sinduscon-ES Jurídico
Sinduscon-ES Informa
Nº 234 - 29.06.2017 
Seminário sobre desenvolvimento de PPPs e concessões nos municípios de médio e pequeno porte
 

A Comissão de Infraestrutura do Sinduscon-ES, em parceria com a Ufes, Bandes, Caixa e Findes/Senai, prepara para o dia 14 de julho um seminário que vai abordar o desenvolvimento de Parcerias Público-Privadas (PPPs) e concessões nos municípios de médio e pequeno porte no Estado.

O seminário será realizado no auditório da Findes, das 9 às 13 horas, com três painéis. As inscrições são gratuitas e podem ser feitas clicando aqui.
 
O seminário ontará com a apresentação de um diagnóstico de maturidade em PPPs e concessões no Espírito Santo. Quem vai apresentar é o consultor e sócio da Radar PPP Bruno Pereira.
 
Também será apresentado um case da experiência do município catarinense de Jaguaruna, na área de saneamento. Outro case a ser apresentado durante o seminário é da cidade de Caraguatatuba, São Paulo, de uma PPP na área de iluminação pública. A programação completa pode ser conferida no site do Sinduscon-ES.


Curso orienta empresas para como atender a fiscalização do trabalho. Evento acontece amanhã, sexta-feira, dia 21
 

Quais cuidados você deve tomar ao receber o fiscal do trabalho na sua empresa? A resposta para essa pergunta será dada no curso que o Sinduscon-ES promove amanhã, sexta-feira, dia 21 de julho, das 9 às 18 horas, em sua sede.
 
O objetivo é orientar a empresa a se preparar de forma adequada para atender a fiscalização do trabalho, evitando autuações e multas. Durante o curso serão apresentados os procedimentos legais e as principais recomendações para lidar com essa questão.

A inscrição para empresas associadas é gratuita. Clique aqui e se inscreva. 
 
Palestrante:José Eduardo Pastore

Sócio da Pastore Advogados
Advogado trabalhista empresarial
Mestre em direito das relações sociais pela PUC/SP
Membro  do Comitê RH de Apoio Legislativo  CORHALE , na Associação Brasileira de Recursos Humanos  ABRH/SP
Membro do Conselho Superior de Assuntos Jurídicos e Legislativos da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo  CONJUR/FIESP
Consultor da Confederação Nacional da Indústria CNI para o Programa de Desenvolvimento Associativo  PDA na área de Relações do trabalho.


Missa de Sétimo Dia
 

Comunicamos que a missa de sétimo dia de Jorge Ammar de Moraes será amanhã, sexta-feira (30), às 18h30, na Igreja Santa Rita, na Praia do Canto.


COP/CBIC passa a se chamar Comissão de Infraestrutura
 

O presidente da COP/CBIC, Carlos Eduardo Lima Jorge, anunciou durante a reunião do Conselho de Administração da CBIC, que a COP, até hoje denominada Comissão de Obras Públicas, Privatizações, Concessões, passa a ser chamada simplesmente Comissão de Infraestrutura da CBIC. Segundo ele, a entidade resolveu fazer a adaptação correta do nome para a área de obras que efetivamente representa, que é a infraestrutura, e não o modelo de contrato ou tipo de contratação. “O objetivo final que a COP representa é obra de infraestrutura. A gente fez essa correção tendo a clareza de dar o nome de Comissão de Infraestrutura abrangendo a infraestrutura logística (transportes, energia) e a infraestrutura social (habitação, saneamento, escolas, saúde, segurança). Então infraestrutura lato sensu cobre a estrutura logística e a infraestrutura social”, explicou. Lima Jorge acrescentou ainda que se fosse ter que acompanhar toda a evolução dos modelos de contrato, a Comissão teria que se chamar Comissão de Obras Públicas, Parcerias, Concessões, PPPs, e agora, mais recentemente, acrescida no nome pela locação de ativos.


Sondagem registra menor queda da atividade e do emprego na inústria da construção
 

Dados da Sondagem Indústria da Construção, divulgados na terça-feira (27/06) pela Confederação Nacional da Indústria da Construção, com apoio da Câmara Brasileira da Indústria da Construção (CBIC), revelam que, embora em menor ritmo que o observado em 2016, os indicadores referentes às condições atuais da indústria da construção seguem apontando queda. Os indicadores de nível de atividade e de número de empregados atingiram, em maio, 44,1 e 42,7 pontos, respectivamente. No acumulado do ano, os indicadores aumentaram 6,2 e 6,7 pontos, apontando menor ritmo de queda da atividade e do emprego este ano. Valores abaixo de 50 indicam queda de atividade e/ou do número de empregados ...
[leia mais]


Comissão da Indústria Imobiliária da CBIC define temas prioritários para a nova gestão
 

O novo presidente da Comissão da Indústria Imobiliária (CII) da CBIC, Celso Petrucci, economista chefe do Sinduscon-SP, disse durante a reunião ordinária do Conselho de Administração, que a Comissão vai trabalhar prioritariamente temas que considera fundamentais para o “cenário de negócios no país”. Petrucci destacou três áreas que entram na agenda de trabalho: Procedimentos Cartoriais – a comissão vai se dedicar no apoio ao levantamento de dados de forma a melhorar e otimizar o cumprimento de prazos. Um outro tema diz respeito ao licenciamento final das obras. A Comissão Imobiliária deverá dedicar os próximos 12 meses ao trabalho detalhado para superar os entraves até o momento final do processo de licitação. As questões envolvendo o Patrimônio de Afetação fecham a agenda de temas de abrangência microeconômica, conforme definição do presidente da CII/CBIC. Segundo Celso Petruicci, é necessário um aprimoramento da legislação do Patrimônio de Afetação, e adiantou que a intenção é editar uma cartilha de orientação das associadas quanto ao uso e aplicação da medida.  Do lado da agenda macroeconômica, Celso Petrucci planeja um acompanhamento mais próximo do processo eventual de implantação do instituto da Letra Garantida, como fonte alternativa de financiamento imobiliário. “O futuro do Fundo de Garantia (FGTS) não é tão alvissareiro como foi nos últimos dez anos”, disse.  Petrucci adiantou que será feito um estudo profundo sobre os recursos do Fundo de Garantia do Tempo de Serviço (FGTS) tão importante para o financiamento de obras de habitação popular quanto de infraestrutura e saneamento.


Parabéns às empresas aniversariantes do mês de junho
 

Brascontec Engenharia e Tecnologia
CBL Desenvolvimento Urbano
CG Construtora e Incorporadora
CiaBrasil Engenharia 
Construtora Mattedi
Cristal Empreendimentos Imobiliários
Engeste Engenharia
Grand Construtora e Incorporadora
Intercon Engenharia
Lorenge S.A. Participações
Matricial Engenharia e Construções
Monte Moreno Empreendimentos Imobiliários
Morar Construtora e Incorporadora
Mori & Martins Construções
MRV Engenharia
Orion Engenharia
Paulo Giuberti Ventorim ME
Proeng Construtora e Incorporadora
RodaEng Engenharia
Tibério Incorporadora e Participações


 
SINDUSCON-ES - Sindicato da Indústria da Construção Civil no Estado do Espírito Santo
Av. Nossa Senhora da Penha, 1830, 3º andar
Barro Vermelho - Vitória - ES - CEP 29057-565
(27) 3434-2050

8h30 às 12h e 13h30 às 18h